jusbrasil.com.br
19 de Fevereiro de 2020

Prova da OAB - 85% de reprovação. Como ser aprovado?

Confira algumas dicas para melhorar seus estudos.

Vilaça Neto, Advogado
Publicado por Vilaça Neto
há 2 anos

Ela sempre foi motivo de acaloradas discussões e divide opiniões entre os estudantes de direito de todo o país. É a famosa Prova da OAB.

Sendo uma etapa necessária para o graduado em direito que deseja iniciar sua carreira na advocacia ou até mesmo prestar determinados concursos públicos, o Exame de Ordem vem sofrendo fortes críticas de uma parcela dos estudantes e graduados em direito.

O XXIII foi o exame mais recente e alcançou a marca de 85% de reprovação. Ou seja, de cada 100 candidatos inscritos, apenas 15 obtiveram sucesso e conquistaram a tão sonhada carteirinha da OAB.

As críticas são fervorosas e baseiam-se neste elevado número de reprovação, na comparação com outros cursos que exigem apenas a graduação para o exercício da profissão e no nível de conhecimento exigido pela prova. Alguns afirmam, inclusive, que o Exame de Ordem tem como objetivo principal a reserva de mercado e serve para “engordar” os caixas da OAB com os valores arrecadados nas inscrições.

Já os argumentos favoráveis à manutenção do Exame consistem na real necessidade de um “filtro de qualidade” para os profissionais e da inexistência de número de vagas, o que afastaria a teoria da reserva de mercado. De fato, todo candidato que atingir a pontuação mínima exigida será aprovado.

A questão é que OAB já realizou manifestação oficial e afastou qualquer possibilidade de “facilitar” a vida dos candidatos. Se o nível de dificuldade não será nem diminuído, acabar com Exame é algo totalmente fora de cogitação.

Desta forma, aquele que deseja obter aprovação precisa esquecer um pouco a sua guerra contra o Exame de Ordem, ainda que legítima, e focar na boa preparação.

Aqui vão algumas dicas:

Criar um cronograma de estudos

Ter um cronograma de estudos é essencial e ajuda na concentração. Para quem tem dificuldade em iniciar a preparação, o site www.estudarparaoab.com.br disponibiliza gratuitamente a criação de plano de estudo 100% personalizado e baseado em estatísticas de todas as provas anteriores. Vale a pena conferir.

Estudar o Edital

Tem candidato que vai fazer a prova sem nunca ter lido o edital. Mas isso é importante? Claro, pois é nele que você irá conhecer os detalhes da prova e, tão importante quanto, as exigências para o dia, como horário de abertura dos portões e material permitido.

Focar nas matérias mais relevantes

Considerando que o tempo, muitas vezes, é um vilão, é necessário priorizar as matérias que possuem um maior número de questões na prova. Não adianta gastar muito tempo com matérias que terão apenas uma ou duas questões. Elas devem ser estudadas sim, mas o tempo a elas reservado deverá ser consideravelmente menor.

Se você criar o plano de estudo no site acima indicado, isso não será um problema para você, pois ele faz todos esses cálculos automaticamente e já indica quais os dias e quanto tempo cada disciplina deve ser estudada.

Descobrir o horário da produtividade

Não adianta madrugar estudando se o seu cérebro não consegue assimilar quase nada. Cada candidato tem um horário de maior produtividade, não é verdade? Então descubra qual o seu melhor horário, aquele que você consegue ficar mais concentrado e aprender quase tudo o que estuda. Reserve esse horário em sua agenda para estudar para OAB.

Resolver questões

Além de estudar o conteúdo teórico, é importantíssimo exercitar. Então, resolva o maior número de questões possíveis e, preferencialmente, da própria FGV, que é a banca organizadora do Exame de Ordem. Clique aqui para responder questões.

Bons estudos!!

Se você gostou das dicas de como estudar para a prova da OAB e quer se manter sempre informado, acesse nosso blog.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)